Sites Grátis no Comunidades.net Wordpress, Prestashop, Joomla e Drupal Grátis
BRIGUEI COM DEUS E ELE ME RESPONDEU - SODRE NETO

 

POR QUE DEUS PERMITE O SOFRIMENTO?
Briguei com Ele e Ele me respondeu


SODRÉ NETO

 

Songs of Praises: Leaning on the Everlasting Arms

 

 A primeira cria de uma gata costuma morrer , depois não tem gata mais dedicada...o mundo apenas em 1948 logo depois de muitos filhotes morrerem ( 2 guerra mundial 1939-1945) anunciou a lei universal dos direitos humanos - todo este tempo de sofrimento é um período de aprendizado eterno!

 

Uma vez um plano de saúde me contratou para dar palestras a  60 viúvos que costumam adoecer e/ou morrer depois da morte do cônjuge. O objetivo era ajudar a superar esta tão grande dor .
Eu amo dar palestras, pregar nas igrejas,  porque  Deus várias vezes me inspira e aprendo junto com os ouvintes . 

Muitas vezes as pessoas  me acham  muito sabido, mas   não sabem que muitas vezes aprendo junto com eles. que sou como eles , porém  oro para estar com o coração preparado pra aprender de Deus. E Ele ensina as vezes na hora do sermão. E ensina sempre coisas surpreendentes e profundas que nem imaginávamos aprender. 

Lá fui eu sem  saber  ao certo o que Deus iria me ensinar a  falar, estudei assuntos correlacionados , planejei  usar o velho príncipe da literatura russa, Leon Tolstoy, que fala tanto sobre a morte ...quem sabe  repetir que quem faz caridade enfrenta a morte com mais serenidade e quem vive uma vida fútil é atormentado em seus últimos momentos...bom..eu sabia que isso não era sufiente para a missão....então eu confiava mais na  inspiração e ela veio....e veio tanto que ao fim eu e os ouvintes  chegamos para minha surpresa a louvar  a Deus pela morte....

 
A Morte como um Mal Necessário 


Imagine se não morrêssemos. Alguém pensaria no céu, em juizo final, em viver uma vida decente e boa na terra? Em dividir o pão e ajudar aos necessitados?

Parece que a morte nos ensina a como devemos viver pois estamos num teste e não em algo definitivo.

Me veio pelo Espírito Santo comentar que seríamos muito mais pecadores do que já somos , mais  egoístas, mais  apegados as coisas da terra, mais donos de tudo, mais violentos, mais destemidos,  caso Deus não a permitisse...

Que nosso amor e cuidado uns dos outros , seriam ainda mais escassos, as mais belas poesias e nossas poesias do valor humano nem se declamariam,

"A sua morte deixou uma dor que nada pode curar, mas o nosso amor deixou lembranças que ninguém pode apagar"

. ...nosso amor que "nasce da perda" (Platão) ou da quase perda, não aconteceria...nosso desejo do céu e das coisas de cima , nem existiriam mais...nossa alma seria esquecida...de forma que...a morte, a doença e o sofrimento, coisas tão terríveis, constituem muitas vezes a maior benção para o pecador deixar de pecar, aprender, cuidar, amar , cantar e viver esta frase inspiradissima.." é preciso amar, as pessoas como se não houvesse amanhã" http://www.youtube.com/watch?v=HdYBqHul0-8

 

Imagem relacionada

 

Assim contabilize você mesmo quantas poesias maravilhosas e composições não existiriam se não fosse a morte e o sofrimento? Amores não expressos, almas desejadas , promessas de dedicação aos céus.... Quantos aprendizados, quantas doações, quanto amor desprendido de pais querendo deixar seus filhos bem? Quanta benção mnão nos aconteceria não fosse a triste e maldita morte...só ela poderia nos avisar daquilo que precisaria se manifestar em nós humanos mediocres e preocupados com o corre corre da vida ...

 

Ao pecador, a morte tornou-se um mal necessário

 

Outro  dia

Fazia teologia em 1988 e as aulas eram bastante estranhas onde os professores mostravam contradições éticas e de textos na Bíblia .. aliado a isso estava enfrentando problemas diversos fui a mata para orar e inquirir a Deus sobre sua justiça em permitir tanto  sofrimento no mundo...

 

http://1.bp.blogspot.com/_MAueLxpwzlk/TCwMLPYu26I/AAAAAAAAAIE/0bla6AJ_E24/s1600/confuso.jpg

 

Mas não fui apenas para orar....na verdade fui para brigar, argumentar , deixar Deus sem saida para muitas questões...reuni em minha mente todas as contradições que sabia e fui despejando em oração, em pé, em atitude de desafio a Deus...como o Sr responde as criancinhas na Etiópia, os 6 milhões de judeus queimados, os assassinatos, os estupros, as maldades que Ele vê e permite....não chegava ao ponto de balasfemar como um revoltado com Deus , um Raul Seixas, um ateu,  mas imagino que naquela hora várias das razões que estes usam para ter raiva de Deus, eu apresentava diante dos céus

 

Não sei se voce já assistiu "Forrest Gump", gosto muito deste  filme antes de saber que ele ganhou 6 oscars, ele  tem uma cena dramática que reflete um pouco da revolta do homem com Deus diante do sofrimento...é a cena de Dan, o capitão sem pernas, revoltado, ingrato até por Forrest tê-lo salvo na guerra, ele brigava com Deus  um dia antes dele fazer as pazes com os céus,  ele briga com Deus no meio de um vento muito forte na  tempestade em alto mar..

 

Pois bem, quando assisti Forrest Gump, relembrei do que havia me acontecido em 1988 no colegio IAENE-BA.

Desci para discutir com Deus...A mata estava quieta ..mas um vento começou e quanto mais despejava minhas revoltas em oração diretamente a Deus, mais um vento soprava e sacudia as arvores...quando calava..o vento parava...isso se repetiu até que comecei a reparar esta estranha coincidência.



Testei uma vez, depois testei a segunda vez, e quando  percebi  a "coincidencia", já com medo..observei a mata parada ...e fui testar a terceira vez....quando comecei a falar o vento iniciou...meu coração quase pulou pra fora ..fiquei com muito medo!

Ajoelhei imediatamente meio apavorado diante daquela realidade percebida e testada..sempre orei  mas nunca percebi tanto como Deus está presente nas orações como naquele dia...ajoelhei achando que um raio iria cair na minha cabeça   pois havia sido abusado e sem noção do meu tamnho no pensamento comparado as trilhões de razões de Deus...  era um jovem imaturo e gente sem maturidade é muito sem noção e sem limite....mas mesmo com medo, eu me humilhei e com voz bem diferente e bem  humilde , desta vez apenas solicitei  pedindo a Deus uma resposta


Algo  me fez olhar em volta , ao meu lado,  e avistei uma plantinha que havia sido quebrada e nascida um broto ..era uma planta qualquer, comum

eu nunca gostei ou tive empatia por planta alguma, mas esta planta que inclusive era  feia,  foi uma exceção e por isso fiquei admirado e sem saber porque senti um certo carinho por aquela plantinha

então veio uma voz na mente e me ordenou

"QUEBRE ESTA PLANTINHA"

eu não quis obedecer

e achei que estava ficando louco

e quis levantar e ir embora

mas parece que a voz interna mandava eu quebrar a planta

e como que insistindo

eu quebrei

e ela não se quebrou, mas ficou esmagada sendo contorcida por mim..e eu me sentia muito mal com isso



Neste momento, me veio um insight de que que a planta representava a cruz de Cristo e que a atitude dele, demonstrava que tudo que Deus pode fazer Ele faz..o máximo..e que eu deveria confiar nele..por mais que não entendesse o que se passava dele permitir o sofrimento no mundo

Cruz_planta


Depois deste dia a cruz teve um significado a mais para mim, de confiança nEle...

independente das coisas que entendo ou não

O fato de Jesus, sendo filho amado de Deus, ser punido em nosso lugar, revela por si as boas intenções de Deus, se Deus feriu algo que Ele tanto ama, isso me diz que este é o maior argumento da sua justiça, ele se penalizou por nós, Ele fez justiça em si mesmo, Ele bateu a sua própria cabeça numa cruz pra não nos condenar , e nos constranger ao arrependimento.

Filme Significativo do Resgate de menores prostitutas em Nova York

É como um filme que assisti na "odiada" globo, chama-se "anjos da noite" não me lembro bem o nome..era a historia de uma socióloga que resgatava meninas prostitutas das ruas de NY. Ela se apega a uma menina que não quer ajuda , que sempre volta ao crime. Só que um psicopata entraria em cena e a socióloga vai tentar ajuda-la novamente. A encontra ferida . Ela xinga a socióloga recusando sua ajuda e as duas rolam uma escada abaixo. Ensanguentada,  a socióloga grita para a menina " que mais posso fazer" neste momento as duas se abraçam e a menina aceita o amor da socióloga. É mais ou menos assim que vejo a cruz, não entendo muita coisa e nos sentimos  as vezes como aquela menina sendo ajudada e rejeitando ajuda , mas existe um momento que a cruz grita o que a socióloga gritou...e temos  vontade de abraçar a Deus.

 

Desde séculos que pessoas ficam revoltadas com Deus por causa do sofrimento. Darwin chegou a se rebelar contra a criação dizendo "Deus não pode ter criado criaturas tão terríveis" . O sofrimento, os espinhos, a maldição na terra apenas reforçam a verdade de que o homem es te planeta dado a nós, estão sob a maldição da ausencia de Deus, do pecado, do egoismo, do orgulho de opinião de homens, que em vez de se arrepender dos seus pecados, ainda se revoltam contra Deus. Saibam que a morte e o sofrimento permitidos por Deus e também postos por Deus neste planeta, são as maiores bençãos para nosso coração corrupto, tivéssemos mais saude e vida e seríamos mais arrogantes, mais egoístas, mais apegados as coisas desta terra..Mas Deus mostra o caminho, o caminho é seu sacrificio ao dar seu amado Filho. o que lhe tinha maior valor, em punição no lugar da nossa, ferindo a si mesmo, para que vc vendo ele levantado numa cruz possa também se sacrificar , negar suas próprias idéias, a si mesmo e suas revoltas,  e abraçar a Deus .

 

Alguém perguntaria: "Precisaria de Jesus berber o cálice, não seria isso uma forma muito drástica para se resolver o problema? Se Deus resolvesse os problemas usando sua força não mudaria nossos sentimentos que são a raiz do mal..tudo que pela força é mudado, precisará da  força e  medo para a solução ser mantida...

A entrega e punição de seu filho foi pra ver se a gente se toca, observando a justiça divina e não deixar nada impune e seu imenso amor em punir o que mais amava em nosso lugar, para que tal sacrificio gerasse em nós  o desejo voluntario, conquistado pelo amor divino, de  uma mudança interior que permanecerá pela entrega total e confiança total  de forma autonoma, natural  e voluntaria eternamente. 

 

Que a cruz nos ilumine hoje eternamente. Amém!

 

 

 

 

 

 

 

O Enigma da Oração Não Respondida

 

Richard Wurmbrand

 

"... guardai-vos dos ídolos" (1 Jo 5.21)

 

Nas prisões comunistas da Romênia, nós podíamos ouvir quando os guardas espancavam e torturavam os outros presos. Ouvíamos os gemidos e os gritos dos que eram torturados no meio da noite. Aqueles prisioneiros oravam a Deus pedindo ajuda, mas as surras continuavam e muitos não resistiam e acabavam morrendo de tanto apanhar. Parecia que as suas orações tinham sido em vão.

 

Era o enigma das orações não respondidas. Muitos de vocês têm problemas em suas famílias e oram constantemente sobre eles, mas de alguma forma suas orações continuam sem resposta.

 

Isto vai minando a fé de muitos e alguns acabam desistindo. Desistem de Deus. Por que? É porque o Deus deles era um ídolo. Acreditavam num Deus menino de recado. Muitos de nós crêem assim. Todas as manhãs dizemos a ele: "Querido Deus, bom dia. Por favor, faça isto, faça aquilo, e cuide da minha saúde e da saúde da minha família."

 

Os que acreditavam num Deus menino de recado tinham um ídolo. E esse ídolo falhou; não deu conta do recado.

 

Quando Jesus esteve na terra, ele orou com lágrimas: "Pai, se for da tua vontade, afasta de mim este cálice". Mas o cálice não foi afastado. Por fim, Jesus falou: "Seja feita não a minha, mas a tua vontade" (Lc 22.42). Assim como pôde haver uma diferença entre a vontade do Pai e a vontade do seu Filho amado, da mesma forma pode haver uma diferença entre a vontade do Pai e a vontade de Richard Wurmbrand. É a vontade dele que tem de ser cumprida, não a nossa.

 

Eu e muitos outros sofremos com isto. Quem sabe eu possa ajudar vocês contando a que conclusão chegamos e que luz recebemos.

 

Na Rússia comunista, nos quartéis da KGB, havia um major chamado Nadionoff. Ele nunca prendeu, investigou, espancou ou torturou alguém.

 

Se a polícia prendia alguém da igreja subterrânea, eles tentavam obrigá-lo a revelar com quem trabalhava para poderem prender outras pessoas. Na igreja oficial, não havia Escola Dominical para as crianças ¾ os jovens menores de 18 anos não tinham permissão para freqüentar a igreja. Crianças e jovens não deviam aprender nada sobre Deus. O Major Nadionoff era o encarregado de ensinar a eles. Se uma menina ou uma moça se negava a revelar os segredos da igreja, o Major Nadionoff tinha somente uma tarefa. Ele jamais estuprava uma garota; era pior do que isso.

 

Havia uma jovem batista. Uma jovem frágil, 17 ou 18 anos de idade, que tinha sido presa. Ela não cedeu às torturas. Disseram-lhe que ela seria entregue às mãos de Nadionoff e o que ele iria fazer a ela. Ela nem entendeu o que aquilo significava.

 

Ela estava só em sua cela, quando a porta se abriu e Nadionoff entrou. Aqueles que o conheceram dizem que ele parecia um gorila, corpulento e muito, muito feio. Ela ficou apavorada só de olhar nos olhos dele. As mãos enormes como as de um açougueiro, aproximou-se dela. Ela podia perceber o prazer estampado em seu rosto, a satisfação que ele antecipava, como ele desejava satisfazer a própria lascívia.

 

A reação natural de qualquer moça na situação dela seria tentar se defender. Seria natural espremer-se contra a parede, empurrá-lo para longe, dar-lhe pontapés, ou até gritar. Mesmo que não adiantasse nada, seria a reação mais natural. Mas ela não pertencia mais ao natural. Ela pertencia à família de Deus, que tem reações totalmente diferentes.

 

Ela fez uma coisa surpreendente. Caminhou na direção dele com um sorriso no rosto. Queridos irmãos e irmãs, eu gostaria que vocês pudessem ver o sorriso da igreja subterrânea (a igreja perseguida) ¾ tristeza carregada com um lindo sorriso.

 

A menina foi na direção do homem de quem ela esperava o pior, com um sorriso no rosto, e lhe falou: "Eu amo muito você."

 

Ele se deteve estupefato. Ela continuou: "Não se espante. Se você pudesse visitar a nossa igreja, você ia ver quantas garotas bonitas iriam amar você. Não acredite no espelho que você é feio. Isso não é verdade. Você tem um tesouro que não tem preço em seu coração. Você é tão valioso que o Filho de Deus deixou o céu e todo o seu esplendor porque ele ama você. Ele o ama e quer que você vá morar com ele no céu."

 

Não tenho como repetir cada palavra que ela falou, mas ela levou aquele homem a Cristo. Logo que se converteu, ele foi expulso da polícia que resolveu matá-lo. Eles queriam que parecesse suicídio, e agiram rápido na casa de Nadionoff e fugiram em seguida.

 

Logo que eles fugiram aconteceu o seguinte: irmãos que tinham ouvido falar da conversão dele foram visitá-lo e o encontraram pendurado pelo pescoço. Cortaram a corda e conseguiram salvar a sua vida. Ele se tornou membro da igreja batista. Que linda história! É preciso existir o lado do mal para que a beleza possa brilhar. Sem aqueles que deram os açoites e sem aqueles que enfiaram os cravos nas mãos e pés de Jesus, a história da sua ressurreição e ascensão, e da nossa salvação não teria acontecido.

 

Aquela pobre menina orou para não ser entregue nas mãos de Nadionoff. Qualquer um de nós teria orado do mesmo jeito. Se ela não tivesse sido entregue, a salvação de Nadionoff não teria acontecido e, por meio dele, quem sabe de quantos mais.

 

É isto que aprendemos na prisão: que há propósito no nosso sofrimento e em nossas orações não respondidas. "Seja feita não a minha, mas a tua vontade."

 

Richard Wurmbrand, fundador da missão "A Voz dos Mártires", passou quatorze anos nas prisões romenas.

 

Ele é o autor de "Torturado por Amor a Cristo" e outros livros.

 

Morreu no dia 17 de fevereiro de 2001, com 91 anos de idade.

 

Este artigo foi reproduzido com permissão do site da ‘Voz dos Mártires":

 

www.vozmartir.org

 

 

 

 

 

O sofrimento e um Deus que poderia evitá-lo - Sodré  Gonçalves

 

 

 


Leandro e Marcos, esse é o tema mais preferido dos ateus, céticos e pessoas que preferem se rebelar com Deus como voces. É o tema mais evitado de quem adora e ama a Deus e é um tema realmente compicado de se conciliar.

 

 

 

Nesta manhã ao fazer o culto familiar , quando catávamos de manhã o "Pai nosso http://www.youtube.com/watch?v=7GlxGiryoYM me veio o que talvez seja inicio de uma resposta, como todas , incompleta e infantil como todo pensamento humano a cerca de coisas eternas.

 

 

 

Realmente um Deus todo-poderosoe todo-amoroso nunca permitiria tanto sofrimento como nós vemos. É realmente inconcebivel e pessoas das mais éticas que conheci trazem esta dúvida como câncer em suas almas. Muitas se tornam céticas , até Charles Darwin, que fazia teologia e estava no terceiro ano, desenvolveu em parte sua teoria tendo como um dos motivos, essa contradição..porque ao assistir as atrocidades e violencia e seres tão maus na natureza, dizia em carta ao seu amigo Asa Grey " não posso conceber que Deus tenha criado isso".

 

 

 

Bom, o que nós cristãos defensores do Deus amor revelado em Cristo podemos responder? Como podemos dar " a razão de nossa fé" e confiança total nEle diante de tantos sofrimentos sob os olhos do Senhor de toda a terra?

 

 

 

Em, minha curta e pequena caminhada com Deus, pude aos poucos aprender algumas coisas, pude confiar em Deus quando Ele mesmo me disse (de forma milagrosa e epifãnica manifestando num vento forte que se alternava quando indagava e parava quando parava de questioná-lo) que eu devesse olhar para sua cruz e saber ali de todas as intensões dele para conosco. Aprendi com Ele que muitas ações dEle fluem do seu carater e que seria capaz de criar coisas que Ele sabia que iriam lhe fazer sofrer como sofrer a muitos. mas percebo que isso não basta e dormi nesta noite pedindo mais luz.

 

 

 

O mundo foi oferecido a Jesus por Satanás. "tudo isso te darei" dizia Satanás a Cristo ..e já constatei que Deus respeita o direito de satanás, os lugares dele, o direito do diabo de se impor sobre pecadores que não querem arrepender, a terra dada a ele por ocasião em que o lider deste mundo, Adão, a deu ao politico oponente dos ceus que defendia o sistema do mal e do bem coexistentes. (Poeta Profeta John Milton em Paraiso Perdido )..certa vez quando o Espirito Santo me convidou a uma oração por um pecado que eu mesmo havia cometido, respondi em espirito que "depois" iria conversar com Deus..eu quase cometi um desastre quando sob tentação fiquei, prometendo desde este dia, nunca mais deixar para depois confissões de meus pecados para não estar sob direito do diabo.

 

 

 

Se a terra não estivesse sob o dominio de satanás ela não seria oferecida a Jesus. Deus respeitou este dominio e resgatou o direito perdido pagando os pecados daqueles que crêem em seu nome, abrindo um caminho de salvação da morte e do dominio do diabo sobre nossas almas e sobre toda a natureza, que apesar de carregar a beleza e o amor do Criador, carrega as consequencias do dominio do mal sobre este planeta.

 

 

 

John Buhnay diz : "Não será o diabo, nem os homens deste mundo que conseguirão extinguir a justiça de dentro de ti, ou o amor por ela - apenas a tua própria mão. Só se separa essa justiça de ti pela tua própria actuação. Aquele que sofre em prol de ser justo, ou por um amor completo à justiça interior, não tem como ser tentado a trocar essa justiça por alguma outra coisa, porque o bem-estar do mundo dependem dela

 

 

 

http://www.recantodasletras.com.br/discursos/3450100 Mas, dormindo os homens, veio o seu inimigo, e semeou joio no meio do trigo, e retirou-se.E, quando a erva cresceu e frutificou, apareceu também o joio.E os servos do pai de família, indo ter com ele, disseram-lhe: Senhor, não semeaste tu, no teu campo, boa semente? Por que tem, então, joio?E ele lhes disse: Um inimigo é quem fez isso. Mateus 13:25-28

 

 

 

é por isso que o Pai nosso ensina a pedir "venha o teu reino" que não chegou ainda e que "toda natureza geme e suporta aguardando o dia da redenção" http://www.youtube.com/watch?v=7GlxGiryoYM

 

 

 Ciência e Religião

Ciência é algo muito bom, mas coisas boas quando exageradas se tornam ruim ...açucar, mel, religião, ceticismo, todo exagero de algo bom é ruim.
Um professor de filosofia chamado Gerson Pires disse certa vez que "o fanatismo é uma verdade exagerada" e assim vemos vegans, esotéricos, crentes demais, militantes obsecados, etc...além disso , todas as coisas podem ser usadas para o mal...tanto ciencia como  religião ..tudo...mas voltando a ciência, penso que  seria bom se ficasse no cantinho testável dela, mas não, a ciência ganhou um status de poder definir a verdades muito além de seus bracinhos, e não se limitou, porem quis subir até aos céus e derrubar estrelas, e jogar certas verdades no lixo ...de igual forma o racionalismo teológico, em sua semelhante arrogância, se tornou um deus substituto para definir a verdade, caminho e vida..transformando crentes em apologetas de suas convicções que trocam a   comunhão por debates de idéias, e calculam que quem estiver  com a razão, estarão mais salvos que os outros.
Triste  engano que afeta  adultos que neste ponto se comportam como adolescentes.

Será dificil saber que sempre precisamos lembrar que somos nada, e sabemos sempre muito pouco diante da eternidade e diante tanto do macro como do micro-universo?
 
Será que devemos sempre estar cienties de que as coisas reveladas nos pertencem e as não reveladas pertencem muito mais a Deus...as vezes o silêncio é eloquência, o dizer "não sei" é mais elegante, mais honesto, mais cristão, mais digno, e com certeza, mais humilde de nossa parte...A gente tem que evitar ser um "Silas Malafaia" cheio de meias verdades e vazio do espírito dela...porque a verdade é mais uma pessoa,  que idéias..Ele é a verdade...não exatamente suas  ideias...Ele...precisamos mais aprender a confiar nEle do que querer entender..entender não é suficiente e nunca será..Ele disse "examinais as escrituras"...vcs sabem muito das escrituras...mas...poxa...."são elas que de mim testificam"....e vcs não aceitam...Encontre Jesus acima das ideias...encontre a verdade Deus acima das ortodoxias, do que se deve pensar ou não....encontre um relacionamento com Ele acima de uma defesa apologética confessional....confie nEle não no que pensa dele..descanse...relaxe em seu colo como criança que somos........que não sabemos.....beije-o e abrace-o, não pergunte nada....ame-o....vc e eu nunca entenderemos algumas coisas.....apenas ame-o!!!

Quando falo que ciência é boa só para assuntos funcionais e que quando ciência quer arbitrar filosoficamente ela é uma lástima , digo o mesmo para muitos racionalismos filosóficos e/ou teológicos em relação ao mundo metafisico...Fico impressionado em quanta capacidade tem intelectuais e l´pideres de enganar as pessoas e a si mesmos,  impondo idéias mais humanas que inspiradas!

Ciência para assuntos metafísicos é como um bebê querendo resolver equações..e racionalismos como um adolescente querendo construir uma espaço-nave....

Acredito que Paulo, quando9 deixou de responder algumas questões por ele mesmo levantadas, reduzindo a conversa a dizer "quem és tu o homem que questiona a Deus" (Romanos 9) contribuiu para desmitologinizar a razão teológica , desconstruir a arrogancia intelectual humana, bem como devemos hoje desmitologinizar a propria ciência..devemos conhecer nossos limites científicos, filosóficos, racionais e teológicos...

"faz parte da razão reconhecer seus limites" Bacon dizia.....desçamos cientistas a nossa testabilidade....desçamos filósofos e teólogos a nossa incapacidade de racionalizar coisas eternas.....voltemos ao chão frio da realidade de que pequeno demais somos..e que dependemos muito mais da inspiração e reveleção que de nós mesmos...ajoelhemos cientistas, filósofos e sobretudo, teólogos..ajoelhemos!!!

 

 

 

 
3 TESES QUE  DESENVOLVEMOS - QUALQUER CONTRIBUIÇÃO, CRITICA INTELIGENTE E REFUTAÇÃO, SEJAM BEM-VINDAS :
 
1) Paleontologia do T - Resumo
 
 
 
A hipótese de trabalho  pode se resumir nesta pergunta: Quê diversidade e variações morfológicas se esperaria encontrar no registro fóssil a luz do comportamento bio-modificacional rápido e diversificador,  escancarado na biodiversidade atual e até  demonstrável  nas especiações em tempo real? 
 
Se encontramos trilhões de toneladas de especies  nas camadas, não era de se esperar, caso fosse a fossilização um evento raro, uma maior diversidade dos achados, dado o fato de que especiação ocorre em tempo real e os arbustos filogenéticos da atualidade são tão ricos morfologicamente ?  (já que o critério morfológico é o mais destacado na aferição taxonômica fóssil) não seria mais óbvio esperar distintos e não iguais ("especie em estase" como apontam os estudos paleontológicos pontualistas de Gould,  Elredge e muitos outros grandes estudos da paleontologia?
 
A Incompatibilidade numérica taxonômica no registro fóssil em 543 milhões de anos, que é  verificada quando contrastamos este pobre numero  (300 mil  revelado em pouco diversificados,  e pobres arbustos filogenéticos) , com  a riqueza diversificada causada pelo comportamento bio-diversificador evolutivo/adaptativo/derivado( verificado com especiações em tempo real).O contraste se acentua quando comparamos insetos de alta taxa modificacional evolutiva , 80% das especies atuais, com o pobre registro fossil uma vez que seres vivos pequenos são mais fáceis de serem fossilizados que seres maiores.
Este imenso contraste nos leva a duvidar da coerência da historia evolutiva. 
 
O grande numero taxonômico de especies e diversificados arbustos filogenéticos, na nossa biodiversidade atual,  nos leva a perceber que não houve tempo para muitas especiações/evoluções/adaptações no registro fóssil de supostos 543 milhões de anos, fazendo-nos constatar, por esta perspectiva evolutiva, a quase total inexistência deste tempo. Curiosamente a própria evolução contesta   a historia da evolução.
 
Paralelamente podemos ver que há muita compatibilidade de falta de diversidade nos arbustos filogenéticos do registro fóssil, com o modelo criacionista bíblico que defende a extinção da maioria dos tipos básicos ancestrais  dos quais descendem e derivam  todas as biodiversificações/especiações e adaptações fenópticas e genópticas atuais.
 
Estas observações onde temos pouca variação nos 543 milhões de anos (haste) e muita variação taxonômica na atualidade  (topo da letra  "T") denominamos como paleontologia do "T".  http:// igrejaadventista.no.comunidades .net/ index.php?pagina=1414044282
 
2) Hipervariabilidade Ancestral - Resumo
 
Estudos em genética de população conjugados com estatísticas genealógicas, revelam no recuo do tempo, um maior patrimônio genético nas espécies-mães ancestrais das quais fomos derivados , bem como menor carga genética (entende-se por carga o acúmulo de mutações deletérias). Estes dois fatores verificados são justamente os que sustentam a hipótese de sobrevivência das especies ancestrais ao stress homozigótico (aumento de frequência de alelos deletérios quando há consagüinidade nos cruzamentos )  existente nas nossas pequenas populações ancestrais. Caso as especies ancestrais tivessem muitos alelos deleterios para compartilhar e pouco patrimônio diversificador e variabilizador, ela não sobreviveria ao stress homozigótico e nem derivaria as variações atuais http:// sodregoncalves.no.comunidades.n et/index.php?pagina=1399195911
 
3) Pouco tempo para formação geológica entre o Cambriano e o Pleistoceno - Resumo
 
A formação geológica do cambriano ao pleistoceno foi rápida devido a diversos fatores como:
 
1. Pouco desgaste de trilhões de rochas erodidas em atrito com águas em trilhões de demonstrações em cachoeiras, assoalho de rios, encostas dos mares, etc.
 
2. Dimensão, extensão, espessura e largura das camadas geológicas contrastadas com menores extensões, larguras e espessuras conjugada a largura, das camadas geologicas formadas a partir do pleistoceno 
 
3. Completude de grandes animais fossilizados e bem preservados com inexistência de girafas, elefantes, hipopótamos e rinocerontes completos sendo fossilizados atualmente revelam eventos contextuais formadores do fanerozoico até o pleistoceno distintos e maiores que os atuais
 
4. Milhões de erosões muito violentas e energéticas, transportes e deposições, verificadas em todo o globo, revelam conjugação de eventos catastróficos globais, num tipo efeito-dominó, e defesa destas com a presença de grandes astroblemas como causas naturais das mesmas. 
 
5. O acúmulo de tipos de sedimentos em determinadas camadas, bem como diversas linhas em plano paralelo das mesmas, revelam que houve separação hidrodinâmica automática pela diferença de composição fisico-química, assim como bem expressa a lei da segregação e extratificação espontanea (SEE) defendida por Marske e Berthaud. http:// igrejaadventista.no.comunidades .net/ index.php?pagina=1413735657 (*Esta tese é fruto de um mega debate de 9000 réplicas e tréplicas onde o autor foi a interface entre 4 professores de geologia (USP, UNISSINOS, UNB, UEB) e o mesmo ajudado por um ex-professor de geologia da USP).
 
6. Pedregulhos pequenos, arenosos, espalhados na superficie de imensos terrenos
 
7. Média organizacional de fósseis coincidindo com terrenos mais baixos a terrenos mais altos revelando sedimentação média  primeira e posterior, segundo localização geográfica do habitat dos animais. Lembrando que imensos turbiditos formados em taludes, arrastariam seres mais rasos a SEE dos que forem transportados.
 
**Todas estas observações vieram de debates virtuais e foram extremamente testadas com pares especialistas nas áreas propostas.