Sites Grátis no Comunidades.net
Historicidade de Jesus

Discussões > Ateísmo e Agnosticismo

Santo Credo dos ateus -Cruis credo

<< < (5/5)

O Pensador:

--- Citar ---(Cabeçâo)o item que observa a crença na inexistência de Jesus Cristo, sobre a qual eu não tenho uma opinião formada por simples falta de evidências decisivas
--- Fim de citação ---



Olá Cabeçâo.

Cabeçâo, o talmude nos informa sobre a existência literal de Jesus que teria desvirtualizado o povo fazendo-o seguir suas doutrinas  consideradas hereges.Ele foi acusado de praticar bruxaria,o que pode subentender a prática de milagres.Esta descriçâo é impressionantemente semelhante ao do Jesus bíblico.Apesar de incluir alguns dados nada ortodoxos sobre Cristo.Mas serve como evidência histórica da sua real existência.


Este manuscrito data entre os anos 70 e 200 de nossa era.Plausível argumentar que foi escrito por uma testemunha ocular dos eventos.E não foi recebido de segunda mâo mas foi escrito por compatriotas e conterrâneos.Esta evidência confere  um peso de autenticidade demasiadamente convincente à historicidade de Jesus.


E Ele nâo era um personagem insignificante em sua época.O relato descreve que Ele arrastou multidôes as cooptando como membros da sua filosofia revolucionária.Ele revolucionou o Judaísmo e inseriu novos conceitos religiosos.E por causa de se declarar Rei,mesmo que em um sentido espiritual,Ele foi visto como ameaça pelas autoridades romanas e foi crucificado por isto desde que a crucificaçâo era um método romano de execuçâo para os criminosos acusados de sediçâo.Logo se percebe que o personagem histórico Jesus nâo foi insignificante em sua época e cultura mas levando em conta o aspecto sócio-político-cultural, Jesus foi extremamente importante.



--- Citar ---A crença da relação indivíduo realidade (mesmo levando-se em conta a inexistência de uma realidade objetiva) é completamente diferente da Fé, pois não existem alternativas viáveis, enquanto para Fé, toda e qualquer alternativa é viável.
--- Fim de citação ---


Penso que a razâo nâo exclui necessariamente a fé desde que os enunciados fundamentais da fé sejam comprovados verdadeiros  através da razâo.A fé nâo é inerentemente  irracional.Este é um postulado axiomático sem justificativa racional.Nada impede  uma pessoa cética  de abraçar o critianismo depois de uma análise crítica imparcial sobre a realidade.Se fé for definida como crença irrefletida sobre a realidade,entâo minha crença em Deus e nos dogmas religiosos nâo é fé mas o resultado de uma reflexâo e de um estudo acurado sobre  a realidade.




--- Citar ---Quanto ao big bang e a abiogênese, ambos são frutos tanto da observação quanto da lógica. A abiogênese obviamente é fruto da lógica, pois em qualquer situação onde existam seres vivos devemos imaginar que não havendo causas vivas para um único ser vivo, ele tem sua origem na não-vida (mesmo um ser eterno).
--- Fim de citação ---



Eu creio que há uma diferença crucial entre um  ser vivo ser derivado de uma substância inanimada  e um ser vivo que teve origem num Deus inteligente.E creio que há uma diferença abismal entre ser vivo oriundo de matéria inanimada e o ser eterno que nâo foi gerado por qualquer força ou matéria prima pré existente.

O primeiro teve sua origen na nâo vida e o segundo simplesmente nâo teve origem.O sufixo "gênese"  da expressâo "abiogênese" certamente nâo se aplica à um Deus auto existente e eterno que nunca teve princípio em qualquer aspecto da sua natureza incriada.



--- Citar --- seguir, vemos você implicitando críticas contra o caráter imparcial da ciência, julgando que o ateu considera tal como sagrado. Não, é apenas estatisticamente viável que a ciência seja imparcial, pois ela trabalha se questionando e revendo seus preceitos. Muitos créditos são dados para aqueles que derrubam paradigmas, pois, em geral, paradigmas são difíceis de derrubar. Pessoas vivem trabalhando nisso, embora poucas consigam. A ciência não possui vínculo dogmático com qualquer coisa, nem mesmo com o Método, pois o Método não é o dogma da Ciência, o Método é a Ciência. No dia que encontrarem qualquer coisa melhor do que a Ciência para obter resultados e fazer previsões corretas, aboliremos o Método.
--- Fim de citação ---



Concordo inteiramente.Nunca abrirei mâo da razâo e confio na legitimidade da ciência em informar sobre as propriedades do mundo externo.





--- Citar ---Não acho que Deus seja um salafrário. Muitos salafrários usam e abusam desse mito para benefício próprio. Deus é apenas um conceito equivocado. A humanidade já se deparou com vários deles. Quanto a existência vinda do acaso, a única coisa que eu posso dizer é que ele é simplesmente inevitável, com ou sem deuses ultra-poderosos.
--- Fim de citação ---



Penso que uma inteligência anula o acaso.Um Ser inteligente último exlui o acaso último.
Por definiçâo,Deus nâo precisa de razâo para existir desde que ele seja a Razâo para  a sua própria existência.Ele nâo é autocausado mas também sua existência nâo é casual.
Ele é a razâo última da existência e portanto existe por si mesmo independendo de qualquer variável aleatória e casual posto que Ele representa a origem por excelência.
Ele é auto existente e portanto auto sustentável.



--- Citar ---Creio sim que coisas inteligentes não tiveram causas inteligentes, até porque a inteligência é gradual, e não uma condição sim não (e mesmo que fosse, não impediria de ter causas não inteligentes). A inteligência é apenas o atributo que damos a seres vivos capazes de operar segundo regras complexas nos seus aparelhos nervosos, muito embora a complexidade desses mecanismos varie muito, do mínimo ao máximo. Destituir outros organismos de inteligência faz parte daquilo que Dawkins sabiamente chamou de raciocínio descontínuo, muito comum entre criacionistas deturpadores de idéias
--- Fim de citação ---



Esta me parece  uma definiçâo extremamente reducionista de inteligência.Mas, para mim, nâo existe dicotomia material /imaterial pois defino Deus como entidade energética auto consciente.Deus é meramente uma substância consituída de energia  portadora do atributo do intelecto e da auto consciência.Portanto,esta definiçâo de Deus se enquadra dentro dos parâmetros que vc estipulou.



--- Citar ---O acúmulo de coincidências favoráveis é demonstrado em qualquer programa básico de computador, é uma lei matemática dentro de modelos regidos por diferentes intensidades de transmissões hereditárias de informação. Isso acontece com ou sem Deus, com ou sem criacionismo.
--- Fim de citação ---


Este acúmulo trabalha com probabilidades.Em computadores,este acúmulo está causalmente vinculado ao programa que técnicos implantaram nestas máquinas.Logo eles sâo o produto da deliberaçâo inteligente de causas inteligentes.


Na natureza,as variáveis probabilísticas fazem com que a atual configuraçâo do universo seja incrivelmente improvável devido à quantidade extraordinária de configuraçôes possíveis.No entanto ela ocorreu.Mas creio que ela nâo é acidental mas proposital.

Todos os eventos do universo só podem ocorrer de uma mesma forma.Eventos irregulares e regulares nunca ocorrerâo de forma diferente.Depois que um evento aconteceu,ele nâo pode mais mudar.Ou eles se repetem ou eles cessam.Logo a incerteza determinísitica do acaso nâo me parece a explicaçâo correta do universo pois os eventos sâo ultradeterminados.

Esta é minha opiniâo.Abraços.

O Pensador:
Olá Aurélio :P .

Herr Kaleun:
Aurélio, eu iria dizer mesmo do nosso amigo madr, digo, pensador.  :hihi:

DarkWings:
Eu gosto de ver arremedos de argumentos que gente como o Sodré usa.

Sodré, quem é você para falar em improbabilidade matemática?
Você acredita em um hippie pré-beatles que fazia milagres e ressucitou. Não podes falar de probabilidades matemáticas, me perdoe.

 

 

 nto Credo dos ateus -Cruis credo

(1/5) > >>

Sodré:
0. Creio que não creio

1. Creio em Big Bang ou qualquer besteira com aparato científico que explique a origem do universo.

2. Creio em Abiogênesis, porque a matemática não é muito "exata" em apontar o que é uma improbabilidade

3. Creio na santíssima imparcialidade científica ao defender uma tese, nao creio que a teoria da recepçao ou o establishment científico interfiram em seus pressupostos


4. Creio na infinita inteligência humana de uns 200 anos para cá (principalmente por se desenvolver o materialismo que é competentissímo para julgar o imanente)

5. Creio que somos tão inteligentes que podemos concluir quase tudo sobre a eternidade e o universo (só algumas coisinhas.. nos escapam..tb não sabemos tudo né?

6. Creio que todos as pessoas que relatam milagres são mentirosas, loucas, ignorantes da ciencia, alucinadas, desequilibradas..e deveriam todos (+ ou - 6 bilhões) irem para o hospício, pois nós que somos os normais

7. Creio que Jesus nem existiu (essa é muito legal )

8. Creio que toda a ordem existente veio do acaso, de uma explosão, de uma sopa nojenta, de qualquer desgraça... mas não de Deus...aquele salafrario!!!

9. Creio em parque dos dinossauros e nas figurinhas artísticas feitas por cientistas, creio na imaginação e capacidade deles em descrever com detalhes o que os bichinhos faziame na época certa...os turbidtos não são nada

10. Creio na divina revelação de Darwin, evolução é fato e projetá-la por bilhões de anos é só um detalhe lógico e óbvio


11. Creio em explicações simplorias para o milagre ou fenômeno relatados pelas pessoas ou explicaçoes materialistas e com um toque de cientificismo conjectural

12. Creio em Laicismo para que a ditadura religiosa não volte, porque quem deve mandar somos nós e as idéias liberais. e ai deles se não se submeterem

13. Creio que "coisas inteligentes não tiveram causas inteligentes" ( colaboração de Mauricio CP)

14. Creio que este mundo maravilhoso aconteceu pelo acúmulo de coincidências (Colaboração R. Dalkwins)

15. Resumindo, creio em qualquer asneira, menos em  Deus

Sodré:
Sobre o Big Bang, acredito que esta teoria´ainda esta muito distante de conceber uma palida ideia sobre a origem do universo. Daqui a uns milhares de anos se este mundo durar (o que nao acredito) a ciencia poderia descobrir algo bem melhor que isso.

Os religiosos para se projetarem sensatos, populares, cientificos, modernos, e serem mais aceitos pela midia e sociedade, costumam querer sincronizar suas crenças com a ultima novidade cientifica. Assim tem sido com a astrologia, com o espiritismo, e com muitas pseudos ciencias ecleticas.

Podemos olhar a ciencia caminhar na suas mutantes opinioes, sem tomar partido religioso por afirmacoes que contradizem as palavras de Jesus.

Anonymous:
Sodré, generalizações não são bem vindas, acho que você já deve saber disso.
Sobre o Bigbang, ela pode não ser a exata descrição da origem, mas com certeza, é a teoria científica mais aproximada; eu pessoalmente prefiro o universo cíclico.
Infelicidade sua em tratar tudo como se fosse uma crença, o método científico não é falho, mas por sua vez não é exato, pelo menos não a exatidão que o íntimo do homem quer.

Sodré:
Concordo com o que vc disse ao  dizer que o Bigbang é  a teoria mais aproximada, pena que esteja ainda muito distante :hihi:


A vida, o universo, exigem trilhões de neurônios  e de estudos a mais que este lixo.



--- Citar ---Infelicidade sua em tratar tudo como se fosse uma crença, o método científico não é falho, mas por sua vez não é exato
--- Fim de citação ---





Infelicidade minha?

Que isso Braida, estou apenas representando o que percebo acontecendo na cabecinha dos fundamentalistas científicos




 

 

Criacionismo, Ciência e Saúde

  1.      Do Cambriano ao Pleistoceno
  2.      O Argumento do T - Nova Tese Paleontológica Criacionista
  3.     Adão e Eva e a Genética de Populações
  4.     Prevenção do Câncer
  5.      Fitoterapia
  6.     Design Inteligente- Fomos Planejados Dr Eberlin
  7.     Design Inteligente 2
  8.     Areópago Biológico
  9.     ICR
  10.     SCB
  11.     Sistema de Beneficiamento de Cobre

 

 

 

 
3 TESES QUE  DESENVOLVEMOS - QUALQUER CONTRIBUIÇÃO, CRITICA INTELIGENTE E REFUTAÇÃO, SEJAM BEM-VINDAS :

1) Paleontologia do T - Resumo



A hipótese de trabalho  pode se resumir nesta pergunta: Quê diversidade e variações morfológicas se esperaria encontrar no registro fóssil a luz do comportamento bio-modificacional rápido e diversificador,  escancarado na biodiversidade atual e até  demonstrável  nas especiações em tempo real? 

Se encontramos trilhões de toneladas de especies  nas camadas, não era de se esperar, caso fosse a fossilização um evento raro, uma maior diversidade dos achados, dado o fato de que especiação ocorre em tempo real e os arbustos filogenéticos da atualidade são tão ricos morfologicamente ?  (já que o critério morfológico é o mais destacado na aferição taxonômica fóssil) não seria mais óbvio esperar distintos e não iguais ("especie em estase" como apontam os estudos paleontológicos pontualistas de Gould,  Elredge e muitos outros grandes estudos da paleontologia?
 
A Incompatibilidade numérica taxonômica no registro fóssil em 543 milhões de anos, que é  verificada quando contrastamos este pobre numero  (300 mil espécies sendo ainda 84% artrópodes,  revelado em pouco diversificados,  e pobres arbustos filogenéticos) , com  a riqueza diversificada causada pelo comportamento bio-diversificador evolutivo/adaptativo/derivado( verificado com especiações em tempo real).Este imenso contraste nos leva a duvidar da coerência da historia evolutiva. 

O grande numero taxonômico de especies e diversificados arbustos filogenéticos, na nossa biodiversidade atual,  nos leva a perceber que não houve tempo para muitas especiações/evoluções/adaptações no registro fóssil de supostos 543 milhões de anos, fazendo-nos constatar, por esta perspectiva evolutiva, a quase total inexistência deste tempo. Curiosamente a própria evolução contesta   a historia da evolução.

Paralelamente podemos ver que há muita compatibilidade de falta de diversidade nos arbustos filogenéticos do registro fóssil, com o modelo criacionista bíblico que defende a extinção da maioria dos tipos básicos ancestrais  dos quais descendem e derivam  todas as biodiversificações/especiações e adaptações fenópticas e genópticas atuais.

Estas observações onde temos pouca variação nos 543 milhões de anos (haste) e muita variação taxonômica na atualidade  (topo da letra  "T") denominamos como paleontologia do "T".  http:// igrejaadventista.no.comunidades .net/ index.php?pagina=1414044282

2) Hipervariabilidade Ancestral - Resumo

Estudos em genética de população conjugados com estatísticas genealógicas, revelam no recuo do tempo, um maior patrimônio genético nas espécies-mães ancestrais das quais fomos derivados , bem como menor carga genética (entende-se por carga o acúmulo de mutações deletérias). Estes dois fatores verificados são justamente os que sustentam a hipótese de sobrevivência das especies ancestrais ao stress homozigótico (aumento de frequência de alelos deletérios quando há consagüinidade nos cruzamentos )  existente nas nossas pequenas populações ancestrais. Caso as especies ancestrais tivessem muitos alelos deleterios para compartilhar e pouco patrimônio diversificador e variabilizador, ela não sobreviveria ao stress homozigótico e nem derivaria as variações atuais http:// sodregoncalves.no.comunidades.n et/index.php?pagina=1399195911

3) Pouco tempo para formação geológica entre o Cambriano e o Pleistoceno - Resumo

A formação geológica do cambriano ao pleistoceno foi rápida devido a diversos fatores como:

1. Pouco desgaste de trilhões de rochas erodidas em atrito com águas em trilhões de demonstrações em cachoeiras, assoalho de rios, encostas dos mares, etc.

2. Dimensão, extensão, espessura e largura das camadas geológicas contrastadas com menores extensões, larguras e espessuras conjugada a largura, das camadas geologicas formadas a partir do pleistoceno 

3. Completude de grandes animais fossilizados e bem preservados com inexistência de girafas, elefantes, hipopótamos e rinocerontes completos sendo fossilizados atualmente revelam eventos contextuais formadores do fanerozoico até o pleistoceno distintos e maiores que os atuais

4. Milhões de erosões muito violentas e energéticas, transportes e deposições, verificadas em todo o globo, revelam conjugação de eventos catastróficos globais, num tipo efeito-dominó, e defesa destas com a presença de grandes astroblemas como causas naturais das mesmas. 

5. O acúmulo de tipos de sedimentos em determinadas camadas, bem como diversas linhas em plano paralelo das mesmas, revelam que houve separação hidrodinâmica automática pela diferença de composição fisico-química, assim como bem expressa a lei da segregação e extratificação espontanea (SEE) defendida por Marske e Berthaud. http:// igrejaadventista.no.comunidades .net/ index.php?pagina=1413735657 (*Esta tese é fruto de um mega debate de 9000 réplicas e tréplicas onde o autor foi a interface entre 4 professores de geologia (USP, UNISSINOS, UNB, UEB) e o mesmo ajudado por um ex-professor de geologia da USP).

6. Pedregulhos pequenos, arenosos, espalhados na superficie de imensos terrenos

7. Média organizacional de fósseis coincidindo com terrenos mais baixos a terrenos mais altos revelando sedimentação média  primeira e posterior, segundo localização geográfica do habitat dos animais. Lembrando que imensos turbiditos formados em taludes, arrastariam seres mais rasos a SEE dos que forem transportados.

**Todas estas observações vieram de debates virtuais e foram extremamente testadas com pares especialistas nas áreas propostas.