Sites Grátis no Comunidades.net Wordpress, Prestashop, Joomla e Drupal Grátis
(Página sem titulo)


POR QUE CERTOS PAISES TEM LEIS MAIS INTELIGENTES QUE OUTROS ???

 SODRÉ NETO


 

 


Achar um culpado, um diabo, um sistema de coisas, como qual o maior culpado pela situação política, religiosa e social , não é tarefa fácil, mas parece que vejo um ponto em comum que precisa ser entendido e comentado .
Trata-se da justiça conforme a lei, versus, a justiça conforme princípios .


Pessoas que são especialistas em moral e ética, em direito e justiça, sabem que as leis , por mais que queiram estabelecer justiça, muitas vezes fazem o contrário, pois que dependendo das circunstâncias e casos , o princípio tona-se mais importante que a lei, e a reduz a uma referência apenas e não um absoluto, requerendo entendimento, bom senso, interpretações, jurisprudências, para compensar contradições que a própria lei cria.


Contudo ...


Na prática isso pouco acontece, as leis se tornaram absolutas e obedecê-las passou a ser sinônimo de ser justo na cultura geral . As pessoas passam a colocar as convenções tradicionalmente aceitas e legalizadas como sendo justiça, e ai daquele que fugir destas leis.


Daí produzimos:

Leis injustas respeitadas


Proibições ridículas (como da fosfoetanolamina)


Pessoas legalistas que são cegas a realidade que as cerca


Manipulação de leis, de regras, para beneficiar grupos maquiavélicos


Pessoas arrogantes que por seguirem leis enquanto praticam injustiças, se estabelecem como se estivessem corretas.
Miseráveis que por manterem suas consciências tranquilas na lei, enquanto transgridem seu princípio, dormem bem e encontram alento em suas debilitadas consciências


Um mar de lama de injustiças e corrupções cobertas por leis, regras e praxes em todas as instituições políticas, religiosas e acadêmico-científicas.


Exigências legais aos desafetos e interpretações permissivas aos correligionarios "aos amigos tudo, aos inimigos, a lei" Voltaire


E como dizia Paulo a 2000 atrás, “a lei, que estava enferma pela carne” “que era um bem, se tornou em mal” (*** Notem que ele falava das leis mosaicas e divinas dadas sob circunstancias da historia judaica, quanto mais estas palavras se aplicam a leis de forma geral)


Desta forma vemos como leis , quanto mais inflexíveis e distantes de seus principios, podem se tornar um extorvo para a aaplicação da justiça.

 


POR QUE CERTOS PAISES TEM LEIS MAIS INTELIGENTES QUE OUTROS


O sistema de impostos e de importação dos EUA é imensamente mais ágil que do resto do mundo. Tanto que é mais barato, ágil, seguro , as vezes, comprar produtos via Miame que diretamente dos produtores .
Quando perscrutamos a inteligência americana percebemos leis mais próximas ao princípio que elas existem, de forma que as leis se tornam servas do principio. Já no Brasil parece que é mais comum o contrário, as leis parece que visam atrapalhar os princípios!!! Duvida disso? Experimente exportar aqui...


A religião de um povo produz sua cultura, valores, dinâmica de ação , leis...


No novo testamento , houve ampla conscientização de que os cristãos deveriam substituir o ministério das leis, pelo ministério do espirito de Cristo habitando em nós , repetindo e lembrando seus ensinos e exemplos. Logicamente que as leis deveriam ser servas de Cristo e não o contrário. Da mesma forma leis devem ser servas de princípios e não o oposto.
Os países protestantes como os EUA, que tinham tal cultura bíblica protestante, luterana, de justiça por principio e não por norma em si, saíram na frente em termos de desenvolvimento em todos os aspectos (são os mais desenvolvidos do mundo) .


Alguns alegam que era devido ao alfabetismo que a Bíblia incentivou, mas penso ser muito mais que apenas este item, e destaco que um país estando com uma cultura mais próxima ao espirito de Deus, ou aos principios abstratos que regem as leis, e mais longe de tradições, convenções e leis antiquadas e inflexíveis ás diversas circunstancias, estará em grande vantagem para legislar de forma muito mais inteligente, dinâmica e justa.


Na história ocidental enxergamos um marco inicial fundamental para esta cultura centralizada em leis e descentralizada de princípios, quando o imperador déspota, assassino e altamente religioso partidarista , Justiniano (529-565) , refez todas as leis romanas, estabelecendo durante mais de milênio sua influência de como as coisas deveriam ser por meio de leis.
Talvez este ponto da historia seja o mais negro e de onde se originou imensas tragédias que ocorrem ainda hoje.
(ver mais em http://igrejaadventista.no.comunidades.net/historia-da-igreja-como-extensao-do-imperio-romano)